28/04/2015

O Bicho



Escrever sobre o tempo é provavelmente a maior perda de tempo, mas eu estou a sofrer. Há já umas semanas que estou a ser atacada pelo síndrome da ausência de memória metereológica. Para quem não sabe que raio de coisa é esta, eu explico: 
Sabem aquela sensação que vos dá de que a Primavera actual é sempre muuuuuuito mais longa, mais chuvosa, mais fria e com momentos mais WTF que a anterior? Sabem?!? Então já sabem o que é o síndrome de ausência de memória metereológica, também conhecido por "bicho".

As vítima deste bicho primaveril são alérgicas ao frio o que as faz viver uma espécie de constante negação metereológica. É fácil identificar estas vítimas na rua: habitualmente erram sempre no que vestem. Para vos dar um exemplo, calçam sabrinas em plena queda de granizo ou então vestem o clássico casaquinho de malha em cima de uma t-shirt quando as temperaturas oscilam entre os 10 e os 12 graus. São também pessoas que dizem recusar - em tom de orgulho - as previsões metereológicas, sacudindo as mesmas com um habitual "sabem lá estes palhaços o que dizem!"

Assim como o clima que em 24h consegue a proeza de oscilar entre temperaturas tropicais e temperaturas "está um frio do cacete", também as vítimas deste síndrome exteriorizam comportamentos bipolares habitualmente referidos por terceiros como "que raio de bicho é que lhe mordeu!?"

Bom, para terminar, deixo-vos a garantia a pés juntos que o bicho para além de ser uma maleita recorrente todas as primaveras, não tem cura.
Hmmmpf....

Sem comentários:

Publicar um comentário