18/03/2014

I need Instagram like a fish needs a bicycle #16 - Kraków, baby!


 Cracóvia foi uma fantástica surpresa. É uma cidade lindíssima, de gente simpática e hospitaleira, para além de culturalmente muito interessante. O centro histórico é fabuloso com a Praça Rynek Glowny a valer cada minuto "esplanadeiro", isto se, o sol contribuir, claro está!  


O roteiro gastronómico de Cracóvia é imperdível. A cozinha tradicional polaca convive com os restaurantes mais trendy e de cozinha internacional, contexto que para mim valeu bem a viagem. Ou seja, alambuzei-me à grande e à polaca!
 Moo Moo Steak and Burger Club - super trendy, com uma carne de se chorar por mais e um salmão de babar...
Charlotte Chleb i Wino - É uma boulangerie francesa, com uma decoração despretenciosa, industrial mas muito chique que serve o melhor dos snacks franceses acompanhados de belos copinhos de vinho. O croque-monsieur não se envergonha em nada quando comparado aos parisienses genuínos, assim como a salada chévre chaud e o mix de paté com doce de figo e carnes fumadas. Já para não falar dos macarons... Aiiii senhores, os macarons!   
  Hawelka - É um dos restaurantes míticos da Rynek Glowny. Cozinha tipicamente polaca, com uma decoração extremamente aconchegante e as paredes cheias de quadros lindíssimos. Um espaço extremamente agradável e com um serviço espectacular!
 As tabernas polacas são mais que muitas, económicas e o menu é bastante satisfatório.
 Sou fã de sopas, mas confesso que nunca considerei o creme de cogumelos um grande hit. Pelo menos até agora! À primeira colherada, o creme de cogumelos porcini em pão integral polaco catapultou-se para o top 3 das minhas sopas preferidas...e isto tudo sem passar pela "Casa Partida"!


  Arquitectonicamente a cidade conquistou-me. Cheia de recantos maravilhosos, os prédios não apenas da zona antiga central, mas também os do bairro judeu e outras àreas da cidade estão aparentemente muito bem cuidados. 



Já me começo a habituar a ser perseguida pelo frio. A coisa até arrancou bem, com temperaturas amenamente primaveris, mas passados apenas dois dias foi ver o mercúrio do termómetro a ir por ali abaixo até temperaturas negativas acompanhadas de tímidos e profundamente idiotas floquinhos de neve. Está visto que tenho dedinho para estas coisas...
Chamam-se Mocho e Misch, vieram na nossa bagagem de Cracóvia e são os mais recentes amiguinhos polacos da nossa futura filha!

Sem comentários:

Publicar um comentário