13/06/2014

O manjerico da emigrante



Santo António
Ó Santo querido da minha cidade
Mais uma vez é de longe 
Que da tua noite mato a saudade

Santinho lisboeta
Ó santinho da minha preferência
A tua festa é linda
Mas maravilhosa juro que seria
Não fosse a minha triste ausência

A minha devoção por ti é tão grande
Até construí um altar
Mas nem isso m'ajudou 
A Lisboa no teu dia voltar

Marido lindo me deste 
E uma filha a condizer
Mas uma sardinha no pão
isso é que nem ver

Faz hoje 8 anos
Que Alfama não vê esta alfacinha festejar
Desta vez estás perdoado
Para o ano não serei de fiar

Santo Toninho
Ó santinho do meu coração
Este ano fiquei a chuchar no dedo 
Mas vê lá se em 2015 
Me dás um bilhete d'avião!

Tenho dito.

Sem comentários:

Publicar um comentário